HORÁRIO DE VERÃO

No período compreendido entre 15 de julho e 6 de setembro a biblioteca passará a funcionar no seguinte horário:

De segunda a sexta
09.00h – 18.00h

Encerramento aos sábados a partir de sábado dia 20 de julho com reabertura no sábado dia 14 de setembro.
ENTROU-ME UMA ALMA NOVA!

Celebrando o centenário da FLUP, encontra-se patente, no átrio da Biblioteca, entre 29 de abril e 29 de setembro, a exposição bibliográfica, iconográfica e documental 'Entrou-me uma alma nova!
Clique na imagem para ver informação adicional sobre a exposição


       
IMAGENS DA EXPOSIÇÃO
'ENTROU-ME UMA ALMA NOVA!'

OPENEDITION
Clique na imagem para aceder à base de dados



       
FLUP 100 ANOS - 1919-2019

LIBRARY GUIDE



       
RECURSOS DISPONÍVEIS NOS ESPAÇOS ACP

POEMA DO MÊS - julho de 2019
DERIVA VIII

Vi as águas os cabos vi as ilhas
E o longo baloiçar dos coqueirais
Vi lagunas azuis como safiras
[+]


       
VIDEO DA BIBLIOTECA DA FLUP

GUIA DA BIBLIOTECA



       
BASES DE DADOS - 2019

A Biblioteca da FLUP renovou a assinatura das bases de dados Fonte Académica, Sociology Source Ultimate e Library & Information Science Source. O acesso a essas bases de dados está disponível a partir da plataforma da EBSCO[+]
COLEÇÃO DE E-BOOKS DA IGI GLOBAL
Consulte a nossa coleção de e-books nas áreas da Ciência da Informação e Tecnologia. Alguns dos livros estão também disponíveis, em papel, para consulta na biblioteca e para empréstimo domiciliário.

Clique sobre a imagem para ter acesso à plataforma.


       
COLEÇÂO DE EBOOKS DA BNP
Consulte a coleção de ebooks da Biblioteca Nacional de Portugal. Trata-se de uma coleção nas áreas da história, literatura e cultura portuguesas.
O acesso é restrito à comunidade académica da FLUP.
Clique na imagem para aceder à plataforma.
X

ENTROU-ME UMA ALMA NOVA!

X

POEMA DO MÊS - julho de 2019

DERIVA VIII

Vi as águas os cabos vi as ilhas
E o longo baloiçar dos coqueirais
Vi lagunas azuis como safiras
Rápidas aves furtivos animais
Vi prodígios espantos maravilhas
Vi homens nus bailando nos areais
E ouvi o fundo som das suas falas
Que nenhum de nós entendeu mais
Vi ferros e vi setas e vi lanças
Oiro também à flôr das ondas finas
E o diverso fulgor de outros metais
Vi pérolas e conchas e corais
Desertos fontes trémulas campinas
Vi o rosto de Eurydice das neblinas
Vi o frescor das coisas naturais
Só do Preste João não vi sinais

As ordens que levava não cumpri
E assim contando tudo quanto vi
Não sei se tudo errei ou descobri.

Sophia de Mello Breyner Andresen
(1919–2019)
X

BASES DE DADOS - 2019

A Biblioteca da FLUP renovou a assinatura das bases de dados Fonte Académica, Sociology Source Ultimate e Library & Information Science Source. O acesso a essas bases de dados está disponível a partir da plataforma da EBSCO onde poderá, também, consultar um conjunto de bases de dados assinadas por outras unidades orgânicas da UP.
CLIQUE na imagem para aceder aos conteúdos.
X

COLEÇÃO DE E-BOOKS DA IGI GLOBAL

X

COLEÇÂO DE EBOOKS DA BNP

SDI © 2016 - Todos os direitos reservados - FLUP
Data da última actualização: 2019-07-05
DestaForma, Design e Multimédia